Empregada Doméstica Interna e Externa

Hoje em dia fazer as lidas domésticas pode ser complicado para uma família. No dia-a-dia, o stress de ir para o emprego, o tempo que se perde no trânsito, as oito horas diárias a trabalhar, as crianças, a contabilidade da casa, as compras, ir ao banco, fazer recados, tudo isso desgasta uma pessoa e deixa-a sem tempo para praticamente nada, e o tempo que tiver, é para meter a lida da casa em dia.

Felizmente não tem que ser assim, actualmente uma família de classe média consegue ter uma empregada doméstica seja para fazer o básico ou o complexo. Contrate uma empregada doméstica e ofereça a si e à sua família tempo do seu dia-a-dia e desfrute de momentos únicos.

Actualmente, ter uma empregada doméstica não é um luxo, é uma necessidade.

Pode contratar uma empregada doméstica a part-time ou a full-time (leia o nosso artigo sobre Empregada Doméstica: Direitos e Legislação e saiba o que e como têm que fazer para contratar a sua empregada), interna ou externa, dependendo dos seus objetivos para com ela. Esses objetivos são definidos com a concordância de ambos, e descritos no contrato entre empregador e empregado (leia o nosso artigo sobre Contrato de Trabalho para Empregada Doméstica e faça o download do contrato).

Que tipo de Empregada doméstica contratar?

A questão que se coloca é que tipo de empregadas domésticas existem? Existem dois tipos de empregadas domésticas: empregada externa e empregada interna.

Empregada Doméstica Externa

Uma empregada doméstica externa, é uma pessoa contratada através de uma empresa ou de forma independente, que desempenha as funções acordadas no contrato entre o empregador e o empregado, assim como cumpre o respectivo horário pré-estabelecido.

Porquê contratar uma empregada doméstica externa?

Porque no pouco tempo que temos livre, entre trabalho, família, compromissos, recados, temos que gastá-lo a fazer a lida da casa? Muitos de nós não sentimos propriamente prazer em fazê-lo, mas a verdade é que ela tem que ser feita. Tomar conta de uma casa leva algumas horas da nossa semana, seja para a roupa, seja para limpezas profundas, o tempo passa. Tempo que podíamos ter utilizado para ir ao cinema, levar os miúdos ao parque, organizar um jantar de família ou até começar a correr depois do trabalho.

Contratar uma empregada doméstica acaba com esses problemas, e esta ser externa dá-lhe ainda a possibilidade de usufruir de uma casa asseada e organizada sozinha ou junto da sua família, sem “estranhos” por perto.

Quanto pode custar uma empregada doméstica externa?

O ordenado mensal que irá dar à sua empregada deve estar contratualizado. Chega-se ao valor através de um acordo entre ambos.

Não esquecer que, para para contratar uma empregada doméstica legalmente, independentemente do número de horas semanais acordadas, o ordenado deve corresponder, no mínimo, a 30 horas de trabalho mensais.

Empregada Doméstica Interna

Uma empregada doméstica interna pode ser, também, contratada através de uma entidade ou de forma independente, e responsabiliza-se pela lida doméstica da casa cumprindo as funções e deveres que ambos acordaram quando assinaram o contrato, nomeadamente ficar alojada na entidade patronal.

Conforme o combinado entre o empregador e a empregada, esta também pode acompanhar a família em pequenas deslocações, em férias ou outras situações.

Porquê contratar uma empregada doméstica interna?

Se precisa de apoio a crianças (serviço de babysitting), idosos ou a doentes, uma empregada interna pode ser a solução. A empregada doméstica interna pode dar esse apoio e fazer a lida da casa.

No caso de ter uma familia grande e consequentemente uma casa grande também, a lida da casa pode levar muitas horas semanais, compensando assim ter uma empregada doméstica interna.

As empregadas domésticas também podem cozinhar, se a sua família tem um número elevado de membros para em diferentes refeições do dia, porque não ter alguém que fique com essa tarefa e aproveita também para passar a ferro, limpar o pó e garantir que os seus filhos não saem de casa com a camisola do avesso?

Ter uma empregada doméstica interna trás inúmeras vantagens. Numa situação urgente que precise de apoio, independentemente da função, tem sempre alguém que a poderá ajudar e resolver o problema no momento. Para não falar que se tiver de ir a uma reunião urgente não tem que andar antes a ligar à babyssiter e a implorar para ela vir de imediato tomar conta dos mais pequenos. Aconteça o que acontecer de imprevisto na sua vida, a sua empregada doméstica interna estará lá para diminuir os estragos.

No Empregada.pt compreendemos que pode ser difícil confiar numa pessoa estranha que, no fundo, irá fazer parte da sua família e tomará conta dos seus bens, do seu lar, e de todos lá por casa. Por isso sugerimos o seguinte processo para haver confiança de ambas as partes:

  1. Analise os vários anúncios que temos disponíveis e procure identificar as candidatas que preenchem os requisitos que procura;
  2. Entre em contacto e peça referências de experiências profissionais passadas;
  3. Ligue para as referências e questione sobre possíveis incidentes, o comportamento com os elementos da família, a privacidade, a qualidade da sua lida da casa.
  4. Selecione um número reduzido de candidatas e entreviste-as. Na entrevista faça todas as perguntas que precise e considerar necessário.
  5. Esteja atenta no primeiro mês. Lembre-se que mesmo com contrato, o primeiro mês é considerado um mês à experiência e por isso pode considerar que aquela pessoa não está apta para o tipo de serviços que pretende.

Quanto pode custar uma empregada doméstica interna?

O vencimento que vai pagar é acordado entre si e a sua empregada, no entanto, como é natural, há que ter em conta os valores praticados no mercado.

O valor de uma empregada doméstica interna não diferencia significativamente do valor por hora de uma empregada doméstica externa. A diferença entre os valores está na quantidade de horas de trabalho, na adição de alimentação e dormida ao contrato da empregada interna.

Quando houver a negociação entre o empregador e o empregado é necessário ter em conta que a sua empregada doméstica irá limpar, cozinhar, tratar de crianças, de doentes ou de idosos, passar a ferro, entre outras tarefas que irão combinar, durante cinco dias por semana. E ainda que não sejam 24h de serviço, muitas vezes, são 24h sobre 24h asseguradas em caso de necessidade.

Não perca tempo com coisas que pode escolher não perder, e dê tranquilidade à sua vida com uma empregada doméstica, interna ou externa.


Informações

6 comentários em “Empregada Doméstica Interna e Externa

  1. Marilete Ferreira em Resposta

    Neu trabalho sempre foi domésticos e gosro muito dessa atividade.
    Gostaria de saber se a possibilidade de eu. trabalha em sua cidade de doméstica, sou do rio de janeiro e nunca viajei assim ora lugar nem um mais gostaria muito.
    no caso teria de dorni no trabalho
    Ha possibilidade e chasse pra mim.

  2. Oksana BELOUS CASTRO em Resposta

    Bom dia
    Foi contratada com o salario de 600,00 euros, deste montante será descontado alojamento e alimentação no valor de 200, euros, gostaria de saber se isso é legal dentro da lei

    1. jada em Resposta

      Não, deveria receber como interna no minimo 1000 euros já com os descontos.

  3. Vilma em Resposta

    Recebi uma proposta de trabalho interno para cuidar da casa e de uma senhora Idosa. A proposta é ser interna e sair de folga na sexta ao meio dia e voltar sábado a noite com salário de 900,00. Então quero saber se a folga está correcta e o salário compatível?

  4. Milena em Resposta

    Recebi uma proposta de trabalho para cuidar da casa e de um idoso. Ganho 700 euros e não tenho folgas. Ele disse que alimentação e alojamento está incluído. Gostaria de saber se esse valor é compatível sem ter folgas?

Deixe uma resposta